Goiás fecha participação em regional das Paralimpíadas Escolares com 48 medalhas conquistadas

Medalhistas do atletismo, natação e bocha garantem vaga para a fase nacional da competição, que será realizada em novembro, em São Paulo

Foto: Alan Rones.

A delegação goiana de esporte paralímpico encerrou, nesta sexta-feira (12/08), sua participação na fase regional das Paralimpíadas Escolares, que foi realizada durante a última semana, em Brasília (DF). A competição foi uma classificatória para a fase final, que será disputada no mês de novembro, em São Paulo (SP).

Com 57 integrantes na delegação, Goiás contou com 31 atletas em idade escolar, entre 11 e 17 anos, inscritos nas modalidades de atletismo, natação e bocha, com os medalhistas garantindo classificação.

Com apoio logístico de transporte do Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, o Estado conseguiu 48 medalhas, sendo 34 de ouro, 11 de prata e três de bronze. A modalidade mais premiada foi o atletismo, que subiu ao pódio 31 vezes.

Secretário de Estado de Esporte e Lazer, Henderson Rodrigues parabenizou os atletas que participaram da regional centro-norte, que contou com a participação de nove estados, além do Distrito Federal. "Estamos muito orgulhosos. A participação de Goiás em Paralimpíadas Escolares tem sido de muito destaque nos últimos anos. Esperamos fazer bonito mais uma vez na fase nacional, em São Paulo", destacou o titular da pasta.

Um dos destaques da equipe foi o corredor Ryan Pablo, que conquistou a medalha de ouro nos 100, 400 e 1.500 metros, na categoria T37. O atleta de 17 anos foi medalhista nas três provas da edição de 2021 das Paralimpíadas Escolares, e espera repetir o feito em novembro. "Treinei forte por um ano para chegar bem preparado aqui, para conseguir as medalhas e a classificação para São Paulo. Estava um pouco tenso, mas deu tudo certo", comemorou o corredor.

Morador da cidade de Inhumas, Ryan treina na pista de atletismo do Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira, que faz parte do complexo do Centro de Excelência do Esporte. O jovem pega a estrada para ir a Goiânia três vezes na semana. "É uma rotina cansativa, mas tenho meus objetivos a serem cumpridos. Estou em busca do meu sonho e tenho que fazer valer a pena", cravou o atleta.

Mais medalhas
A natação foi outra modalidade bastante laureada, com 13 medalhas de ouro e uma de prata. O destaque foi para Alan Wallison, que venceu as cinco provas que disputou: 50 metros livre, costas e borboleta, 100 metros livre e 200 metros Medley.

Experiente em Paralimpíadas Escolares, o nadador se prepara para a sua quinta edição da competição. "Vai ser uma experiência 'top', assim como foram todas as outras. Agora é treinar forte nestes três meses para chegar bem em São Paulo e conseguir abaixar meu tempo nas provas", declarou o jovem de 16 anos.

Goiás também não passou em branco na bocha, com medalhas de ouro para Lucas Gabriel e Paulo Henrique Oliveira, e prata para Calebe Gaspar.

Edilayne Martins

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas

5/recent/post-list