Deu Samba! Mais de seis mil pessoas vibraram em show promovido pelo Sesc-DF com Xande de Pilares e grandes atrações locais

Enfim, o público festejou! Promovendo evento totalmente gratuito, o Sesc-DF trouxe para Brasília grandes nomes do samba nacional e local. Ao som de Xande de Pilares e diversas atrações consagradas da cidade, mais de seis mil pessoas vibraram e caíram na folia neste domingo (12) no Setor Comercial Sul. Artistas e brasilienses deram início oficialmente ao calendário carnavalesco do Distrito Federal





Foto: Pedro Oliveira.

A vida é para quem sabe viver, tá escrito, clareou e deixa acontecer naturalmente. Esses e outros clássicos fizeram o público festejar, e muito, durante o Sesc + Samba, neste final semana. Considerado um dos maiores cantores do samba no país, Xande de Pilares foi ovacionado e cantou vários clássicos que levaram os foliões a loucura. "O Sesc é uma marca nacional e com certeza faz grandes coisas pelo País. Estou muito feliz de fazer esse show em Brasília neste primeiro carnaval depois de tanta dificuldade", disse o cantor.

O presidente do Sistema Fecomércio-DF, José Aparecido Freire, esteve presente na festa e comemorou o sucesso do evento. Ele destacou que a iniciativa movimentou cerca de 52 atividades, desde rede hoteleira até gastronomia com restaurantes e comerciantes. "O Sistema Fecomércio-DF, por meio do seu braço social que é o Sesc-DF, entende que nós temos que oferecer esse tipo de evento para a população, além de prestigiar os artistas locais. Neste caso, optamos também por mesclar com uma opção de grande prestígio nacional que é cantor Xande de Pilares. O Sesc-DF seguirá cumprindo seu papel prestando apoio social e cultural em todo o Distrito Federal. Estamos muito felizes em ver mais de cinco mil pessoas festejando no Setor Comercial Sul", disse José Aparecido.

Apoio na retomada  
O samba pede passagem no coração da Capital Federal! E para impulsionar o trabalho de diversos artistas da cidade, o Sesc-DF tem papel fundamental. Quem explica isso é o diretor regional do Sesc-DF, Valcides de Araújo. "Temos um olhar muito especial para o segmento da cultura. Sabemos que foi um setor bastante atingido no período da pandemia. Contribuir para essa retomada é muito importante para o Sesc-DF. Para nós, agregar um nome do cenário nacional, a outros nomes da nossa cidade como o grupo Os filhos de Dona Maria, 7 na roda e vários outros já consagrados, é valorizar à todos. Trazer esses nomes para um evento desse porte é motivo de muita felicidade. Estamos fortalecendo o que é daqui, de Brasília", reforçou Valcides.

O evento neste domingo (12) também contou com atrações como DJ Barata; Bateria da ARUC, o grupo Filhos de Dona Maria, 7 Na Roda e Elas que Toquem. Para 2023, muitas novidades estão por vir. Já estão agendados os festivais Sesc+Rock, que ocorrerá em abril, Sesc+Pop em setembro e Sesc+Sertanejo, que será realizado em agosto. A programação será divulgada em breve em www.sescdf.com.br.

Os esforços fazem parte do projeto Sesc+Ritmos, que, ao longo do ano, vai trazer para o DF atrações nacionais, mescladas com artistas locais. A primeira edição contou com show do rapper, cantor e compositor Emicida,  durante o Sesc+Rap. Na ocasião, também participaram Viela 17, Câmbio Negro, Atitude Feminina e DJs Gabj e Raffa,  no festival ocorrido em junho de 2022.

E teve muita folia!
Quem passou pelo Setor Comercial Sul neste domingo caiu no samba, sem exceção. Cantando em cima do baú de equipamentos, Eunice da Silva avistou Xande de longe entrando no palco e se emocionou. "Fiquei muito emocionada com a energia e o carinho dele. Sempre sonhei em curtir um show pertinho do Xande e hoje foi maravilhoso ter essa oportunidade", disse.

Xande, que ficou conhecido quando fez parte do Grupo Revelação, cantou outros inúmeros sucessos como: "Velocidade da Luz", "Brincadeira tem hora", e "velocidade da luz". Foram horas de um grande espetáculo. Ele se despediu do público agradecendo a presença de cada um que saiu da sua casa para dividir com ele momentos inesquecíveis. "Obrigado Brasília!

Edilayne Martins

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas

5/recent/post-list